07 fevereiro 2012

MENSAGENS QUE EDIFICAM...

Fé desamarrada

          Se a pessoa é indefinida nas coisas materiais, quanto mais em relação às coisas espirituais.
         Se a pessoa é indefinida na escolha das coisas visíveis, quanto mais em relação às coisas invisíveis. Por isso, a fé dessa gente não funciona.
           Mas a pessoa definida é guiada pelo Guia de Deus, o Espírito Santo. Quem tem Esse Guia jamais se perde, se distrai ou se desvia do caminho determinado.
          Não há quem possa deter os seus passos. Não se deixa levar pelos...conselhos dos amigos da onça, porque sabe aonde quer chegar.
Seus pensamentos são firmados nos pensamentos de Deus.
Sua fé está tão firmada nas Promessas proferidas pela boca do Deus de Abraão que nem se importa em esperar por favores de terceiros.
          Nela não há medo, receio ou ansiedade.
          Sabe que Seu Guia não falha nem revoga Sua Promessa.
          Ninguém tem prazer em ser indefinido ou ficar em cima do muro. A insegurança do indefinido se dá por causa dos seus sentimentos. E estes são latentes porque são excessivamente atentos à voz do coração.
          Por natureza, é uma pessoa apaixonada pelas artes. Música, teatro, cinema, redes sociais e revistas de moda e fofoca têm sido o alimento que sustenta os caprichos do coração.
           Quando participa de igrejas, evangélicas ou não, curte os cânticos devocionais de maneira intensa. Chora, faz votos e juras de amor ao Senhor e até sai aliviada dali. Mas, lá fora, diante dos seus problemas e dilemas, fica sem saída.
          Por quê?
          Porque associa a fé com sentimentos, com emoções.
          Ora, que soldado vai à guerra com instrumento musical? Ele vai lá pra matar ou morrer!
           E a maior guerra é pela salvação da alma. E isso depende da fé viva, definida e eficaz.
          Faço um apelo aos indefinidos, indecisos e cansados de carregar a cruz de isopor, para virem nesta quarta-feira (8), a um dos Cenáculos do Espírito Santo.
Fonte: Blog do 
Bispo Macedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário