12 abril 2012

AMOR OU PAIXÃO...

Como distinguir esses dois sentimentos que caminham paralelamente?

          O amor segundo a palavra de Deus é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece, não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (1 Coríntios 13, 4 ao 7)

            Quem ama se empenha em fazer a pessoa amada...feliz, ela não pensa em si própria. O amor verdadeiro, é uma troca justa e sincera; AMOR por AMOR  sem nenhum tipo de egoísmo, ou seja, não há interesse em bens materiais e  físicos, mas sim um desejo puro em agradar  o  outro de forma que suas  atitudes irão traduzir diariamente a qualidade do amor que se sente um pelo outro.

          O amor é uma aliança entre duas pessoas que as levam a superar as indiferenças, vaidade, orgulho, ciúmes, soberba, injustiças.

Paixão é o oposto do amor, pois é um sentimento vazio, emocional, carnal e que depende de situações e condições naturais para sua existência.

Na bíblia temos um exemplo claro de paixão onde Davi enviou um de seus soldados à frente de batalha visando sua morte para que em seguida tivesse a oportunidade de se relacionar com a esposa do mesmo, ou seja, uma paixão traiçoeira e maligna tomou seu coração, cegou seus olhos e o fez tomar esta decisão louca, levando-o a pecar e se distanciar de Deus.

A paixão inicialmente é algo bom, interessante, emocionante, porém, mais cedo ou mais tarde a pessoa descobre o engano da mesma e assim ele percebe que a paixão nada mais é que uma impressão maquiada, que perturba, traz sofrimento, martírio e que ao longo corroem e destrói a vida de muitos solteiros, namorados e casados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário