26 abril 2012

PROCURADO POR DEUS...


"Os meus olhos procurarão os fiéis da Terra para que habitem comigo, o que anda num caminho reto esse me servirá."  Salmos 101.6
          Esses fiéis que Deus procura não são os fiéis a Ele, porque se fossem já estariam habitando com Ele e não haveria a necessidade de procurá-los.
       Na realidade, quando Deus fala de fiéis, está se referindo ao marido que é fiel a sua mulher, a mulher que é fiel ao marido, ao patrão que é fiel a seu funcionário, ao funcionário que é fiel a seu patrão, alguém que é fiel a seu sócio. Ele se refere às pessoas que sãofiéis com os seus compromissos pessoais e a seu próximo.
Qual empresário contrataria um funcionário sabendo que ele é infiel?
Qual empregado gostaria de ter como patrão alguém infiel?
Qual pessoa entraria em uma sociedade com alguém infiel?
Qual mulher buscaria um homem para habitar com ela, sabendo que ele é infiel?
Eu duvido que um homem gostaria de ter uma mulher infiel habitando com ele. O fato é que quando a pessoa é fiel em tudo aqui na Terra, ela será fiel a Deus. Foi o que aconteceu com Abraão, em Hur dos Caldeus, onde ele morava. Quantas pessoas habitavam ali? Porém, Deus viu fidelidade em Abraão e o chamou para habitar com Ele.
Por isso, nada faltou para Abraão e não teve quem lhe pudesse destruir.
Deus está procurando fiéis na Terra, será que Ele lhe encontraria?
Com relação ao dízimo, é algo que deve ser visto como sinal de fidelidade. Embora nem todos que trazem o dízimo ao Altar têm sido fiéis ao seu semelhante.
Eles dão o dízimo por conta dos benefícios, e não porque habitam com Ele. Jesus chamou esse tipo de gente de fariseu, quando disse:
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, e tendes omitido o que há de mais importante na lei, a saber, a justiça, a misericórdia e a fé; essas coisas, porém, deveis fazer, sem omitir aquelas.” Mateus 23.23
Nós cremos que todos os dizimistas são fiéis, pelos menos deveriam ser.
Espero que Deus lhe encontre.
Deus o abençoe.
Bispo Romualdo Panceiro
Fonte: blog do bispo Macedo

Um comentário: